01 June, 2006

Deixai vir a Mim as criancinhas!

Comemora-se hoje o Dia Mundial da Criança. Um relatório da agência do Vaticano revela que há 860 milhões de crianças a sofrer em todo o Mundo. A fome, a SIDA e o tráfico humano são as principais ameaças.
Creio que todos nós deveríamos tentar proporcionar um mundo melhor para as crianças, um mundo que fosse constituído, sobretudo, nos princípios da democracia, da igualdade, da não discriminação, da paz e da justiça social. Um mundo em que as crianças não fossem consequentemente abandonadas.
Em verdade vos digo que, como mãe, não compreendo como é possível a uma mãe e a um pai abandonar o seu próprio filho. Todavia, actualmente esse acto é praticado na nossa ilha como se fosse o “pão-nosso de cada dia”. Os pais que têm filhos indesejados ou não querem usufruir mais dessa responsabilidade, simplesmente largam-nos à porta do Centro de Acolhimento da freguesia da Candelária (Obra Social Madre Maria Clara).
Como é possível?
Como é exequível que haja criaturas neste universo capazes de tamanha barbaridade e crueldade, capazes de maltratar, abandonar e desprezar uma criança que carregaram dentro de si durante dilatados e extensos meses.
Não sei. Sinceramente não sei.
Caríssimos leitores, as crianças são o nosso futuro, pois sem elas um dia o digno planeta Terra deixará de existir e a vida, tal a qual a conhecemos, desaparecerá.
Não será esta uma boa causa para protegermos os nossos meninos e meninas e para jamais deixarmos que alguma terrível desgraça lhes suceda.
São imensas as pessoas que se auto proclamam católicas, porém, são pouquíssimas aquelas que executam os ensinamentos Bíblicos, uma vez que a Bíblia (símbolo da Religião Católica) defende que Jesus, como Mestre da Verdade Divina, manifestou um afecto extraordinário pelas crianças, dizendo aos Apóstolos “deixai vir a Mim as criancinhas, não as afasteis, pois a elas pertence o Reino de Deus”. (Mc 10, 14)
Finalizando, tenho que vos deixar com um dos meus mais profundos e inquietantes pensamentos. É extraordinário que o Vaticano refira que existem milhões de crianças a sofrer com fome, …, uma vez que a avantajada riqueza que o clero possui resolveria esse enorme infortúnio do mundo contemporâneo.
E que assim seja!

4 comments:

Anonymous said...

A RELEGIÃO CATOLICA JÁ DEU O K TINHA A DAR. AFASTA AS PESSOAS EM VEZ DE AS CATIVAR.
TENS TODA A RAZÃO NO K ESCREVESTE.
MAS PARA KEM TEM BISPOS, PADRES E FREIRAS NA FAMILIA TÁ A SE ESTICAR MUITO.

rua do boavista said...

ò sandra ainda vais ser deserdada.
lololol
gosto muito do que escreves.

vigia do canto said...

Assim fica mais para os outros (familia).
Eles agradecem!!!

ninguem said...

Quem sabe se tu não és um/a dos outros/as (família)?